Soluções destinas para maximizar o desempenho de coagulação, floculação e decantação nas estações de
tratamento de água, afluentes e efluentes.

VITA ETA

É um coagulante/floculante desenvolvido para uso em estações de tratamento de afluentes. Formulado com polifenóis de origem vegetal, o VITA ETA clarifica, reduz a cor e a turbidez da água e os polifenóis ajudam na redução de microrganismos e matéria orgânica de baixa carga suspensos, economizando no uso de biocidas oxidantes. O descarte das ETA tratadas é biodegradável e não polui o meio ambiente, ao contrário dos tratamentos tradicionais que utilizam metais como alumínio e ferro na forma de sais de sulfatos ou cloretos.

Mecanismo de ação:
O VITA ETA coagula as partículas suspensas na água formando flocos e facilitando a separação sólido-líquido por meio da decantação. Essa coagulação se dá através da neutralização das cargas elétricas positivas gerando uma floculação por meio de adsorção. Pode-se, juntamente com o VITA ETA, utilizar o polieletrólito FLOC POL AN 900 ETA, o qual irá atrair mais cargas positivas contidas nos flocos, agregando e adensando-os. Isto proporciona o aumento de peso do floco, o qual rapidamente se decanta.

Aplicação e dosagem:
Pode ser aplicado de forma contínua através de bombas dosadoras. A dosagem ideal é identificada através de testes específicos em laboratório.

Condições comerciais:
É disponibilizado em embalagens plásticas de 200 Kg.

VITA ETE

É um coagulante/floculante desenvolvido para uso em estações de tratamento de efluentes. Formulado com polifenóis de origem vegetal, O VITA ETE reduz a cor e a turbidez e auxilia a retirada de substâncias odoríferas.

Mecanismo de ação:
Está solução coagula as partículas suspensas na água formando flocos e facilitando a separação sólido-líquido por meio da decantação. Essa coagulação se dá através da neutralização das cargas elétricas positivas gerando uma floculação por meio de adsorção. Pode-se, juntamente com o VITA ETE, utilizar o polieletrólito FLOC POL AN 900 ETA, o qual irá atrair mais cargas positivas contidas nos flocos, agregando e adensando-os. Isto proporciona o aumento de peso do floco, o qual rapidamente se decanta.

Aplicação e dosagem:
Pode ser aplicado de forma contínua através de bombas dosadoras. A dosagem ideal pode ser identificada através de testes específicos em laboratório. Recomenda-se realizar previamente um estudo da planta, considerando as suas particularidades, para decidir o ponto ideal de aplicação.

Condições comerciais:
É disponibilizado em embalagens plásticas de 200 Kg.

VITA PAC

É um excelente coagulante inorgânico de caráter catiônico e alto peso molecular a base de cloreto de alumínio polimerizado. Tem a finalidade de reduzir a turbidez da água decantada, eliminar ou reduzir o consumo de cal, polieletrólitos e cloro na pré-cloração. Devido a sua alta carga iônica, é mais eficaz que o sulfato de alumínio ou sais ferrosos na desestabilização e remoção de matérias orgânicas dissolvidas ou coloidais em suspensão. . Pode ser utilizado em processos de tratamento de água e efluentes com problema de DBO, DQO e sólidos suspensos.

Mecanismo de ação:
Provoca a coagulação das impurezas decantando as partículas coloidais para o fundo dos tanques de decantação. Quando usado em combinação com o polieletrólito FLOC POL AN 900 ETA, o desempenho de coagulação, floculação e decantação pode ser aumentado em até 70%.

Aplicação e dosagem:
Para definir as dosagens ideais para um bom desempenho no tratamento, recomendamos consultar os nossos técnicos agendando um teste de jar-test.

Condições comerciais:
É comercializado nas linhas VITA PAC e VITA PAC 10. Em embalagens plásticas de 270 e 250 Kg, respectivamente.

 

Recomendações adicionais para todas as soluções dessa linha:

Manuseio e armazenamento

Armazenar em local coberto e ventilado, longe de fontes de calor. Manter as embalagens sempre fechadas. Recomenda-se o uso de EPI’s durante a sua manipulação.

Considerações

Uso industrial. As recomendações em sua FISQP devem ser observadas. A GTS isenta-se do manuseio, aplicação e utilização inadequada da solução.